Pesquisa CNT de Rodovias: indicações dos problemas de nossas estradas.

No dia 17 de outubro a Confederação Nacional do Transporte divulgou os resultados da 22ª Edição da Pesquisa CNT de Rodovias, que aponta o estado das rodovias do país. Analisando mais de 107 mil km de rodoviais federais e estaduais pavimentadas, os pesquisadores da CNT sinalizam que houve uma melhora do ano de 2017 para 2018, entretanto, os pontos críticos aumentaram.

Segundo a pesquisa, em 2018, 57% das extensões analisadas se encontram em estado regular, ruim ou péssimo, enquanto que, em 2017, este percentual era de 61,8%, demonstrando uma redução dos trechos com problemas. Um dos fatores que contribuiu para esta alteração nos dados foi a maior presença de placas de sinalização, de redução de velocidade, faixas centrais e laterais. Dessa forma, o percentual dos trechos considerados com ótima sinalização aumentou de 40,8% para 55,3%, de 2017 para 2018.

Entretanto, este dado não garante a total segurança e excelência das rodoviais federais, pois o número de pontos críticos nos trechos aumentou de 363 para 454. Estes são considerados situações graves que algumas vias possuem que apresentam grande risco para a segurança dos usuários, veículo e cargas, como quedas de barreiras, pontes caídas, grandes buracos, etc.

Para saber mais sobre os resultados da pesquisa, como a situação das rodovias concedidas à iniciativa privada, bem como os investimentos do governo em infraestrutura de transporte confira a matéria completa da CNT em:

http://www.cnt.org.br/imprensa/noticia/pesquisa-cnt-rodovias-2018-indica-57-trechos-apresentam-problemas

Vitlog divulgando conhecimento e demonstrando a realidade das rodovias do Brasil!

Leia mais notícias

Acessa o formulário para rastreamento de cargas Rastreamento

Rastrear com senha (SSW)

Não possuo senha

Formulário para realizar cotação online Cotação Online

Preencha o formulário de cotação

R$
Kg

PARA MERCADORIAS COM CUBAGEM

cm
cm
cm
cm
cm
cm
cm
cm
cm

Observação: A Vitlog transportes trabalha apenas com empresas com CNPJ, o prazo de retorno do pedido de cotação pode levar até 4h em horário comercial.